MUDEI DE RAMO POR UM DIA (e meio)

Recebi um inesperado convite para participar como “sketcher em trânsito” num seminário internacional sobre mobilidade, representando a interface entre o desenho e a investigação científica. Bem lhes disse que não percebia nada daquilo, mas acabei por me deixar convencer… e não me arrependi!

Lá andei a desenhar mobilidades e obstáculos ao redor do encontro, e acabámos por perceber como o desenho de observação pode ser uma ferramenta valiosa em ciências sociais, porque permite o registo visual sem infringir direitos de imagem – pelo menos nos meus desenhos, onde ninguém fica reconhecível! Nem os carros!

Por exemplo, esta senhora das malas grandes também foi capturada em vídeo por outros participantes; só que, enquanto o desenho se pode publicar sem problemas, para publicar o vídeo teriam que encontrar a senhora (que ia com pressa) e obter a sua autorização, mais a das restantes pessoas apanhadas; ou então difuminar as caras e ficavam a parecer todos uns fantasmas. Os sketches dão-nos liberdade, artística e não só!

Quem havia de dizer que eu um dia ia encontrar uma utilidade para isto... Ainda acabo a trabalhar como sketcher para os sociólogos!

Error

default userpic

Your reply will be screened

When you submit the form an invisible reCAPTCHA check will be performed.
You must follow the Privacy Policy and Google Terms of use.